O Serviço de Saúde da Madeira (SESARAM) e o Sindicato dos Enfermeiros assinaram hoje um acordo de harmonização dos regimes de contrato que vai beneficiar 423 profissionais ao nível de concursos, avaliação de desempenho e tempo de serviço.

“Este acordo permite que os enfermeiros que trabalham no SESARAM com contrato individual estejam harmonizados nestas três matérias com as regras aplicadas aos enfermeiros em regime de contrato público e com efeitos a partir de Janeiro de 2018”, explicou o presidente do sindicato, Juan Carvalho, vincando, no entanto, que o processo negocial “não foi fácil”.

O Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira emprega cerca de 1.700 enfermeiros, 423 dos quais em regime de contrato individual, sendo que esta “nova etapa” do processo de harmonização representa um esforço financeiro de 1,5 milhões de euros.

“Este passo vem complementar, não finalizar o processo. Não fica nada definitivo, é apenas mais uma etapa que cumprimos”, salientou o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, destacando a capacidade de diálogo do governo regional com os diversos grupos profissionais.

O governante disse, por outro lado, que “este tipo de relação” se distingue do que acontece ao nível nacional, sublinhando que o “respeito” pelos grupos profissionais é mais vincado na região autónoma.

“Penso que é mais um momento histórico desta instituição, deste serviço regional de saúde, desta equipa”, afirmou.

 

Fonte:dnoticias.pt