Em reunião, realizada dia 6 agosto, em Lisboa, os sindicatos analisaram a

situação atual do processo negocial da Carreira de Enfermagem.

Neste encontro, onde estiveram presentes dirigentes da ASPE, do SEP, do SERAM e do SINDEPOR que decidiram:

  1. Reiterar que o processo negocial relativo à carreira tem que estar terminado a tempo do seu impacto ser absorvido pelo Orçamento do Estado para 2019.
  2. O plano articulado de intervenção conjunta a desenvolver já a partir da segunda quinzena de setembro.
  3. Agendar nova reunião para 22 de agosto, com o objetivo de analisar a contraproposta de carreira que o Ministério da Saúde assumiu remeter até 15 de agosto.
  4. Tornar público o plano articulado de intervenção conjunta decidido hoje em caso de ausência de contraproposta do governo ou da mesma não corresponder às justas reivindicações dos enfermeiros.
  5. Convidar a Ordem dos Enfermeiros e todas as associação de enfermagem para reunião na qual serão dadas a conhecer as posições conjuntas dos sindicatos.

No final do dia de trabalho as decisões foram transmitidas ao SIPE e SE que estiveram de acordo com as mesmas.

Após a reunião, foi ainda remetido junto da bastonária da Ordem dos Enfermeiros, o convite para reunião no próximo dia 22 de agosto. No documento pode ler-se:

“Na sequência da impossibilidade dos sindicatos reunirem com a Ordem dos Enfermeiros no dia 6 de agosto por se encontrarem reunidos a desenvolver estratégias conjuntas de ação reivindicativa e considerando a disponibilidade de V/ Excelência para, com transparência e frontalidade, ajudar a encontrar consensos que correspondam à vontade dos enfermeiros, vimos por este meio convidar a Ordem dos Enfermeiros a reunir com todos os sindicatos no dia 22 de agosto, pelas 17:30 horas, na sede da UGT.”