Rua de Santa Maria n.º90                   Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.m                        291 224 942              

Urgência no Centro de Saúde do Bom Jesus não é Solução Estrutural

 

Todos os anos somos confrontados com o aumento exponencial da procura dos Serviço de Urgência Hospitalar, para situações que maioritariamente não são urgentes de acordo com os critérios definidos pelo processo de triagem, o que coloca em causa as condições de trabalho dos profissionais, sobrecarrega o serviço alterando o normal funcionamento e o objetivo fundamental do serviço de urgência.

Este ano, mais uma vez a solução encontrada pela secretária Regional da Saúde foi a abertura de uma nova valência desta vez no Centro de Saúde do Bom Jesus para casos pouco urgentes.

Esta medida avulsa e decidida de forma repentina, sem estudo prévio que justifique a abertura desta valência nesta unidade, não faz parte de um plano estratégico que assegure respostas solidas e duradoras a um crónico problema, que nem envolveu os profissionais na abertura do mesmo.

Num momento de carência de profissionais principalmente enfermeiros, como garantir com segurança a qualidade dos cuidados, quando os profissionais não são ouvidos nem integrados na discussão das soluções dificultando a aplicação das medidas anunciadas?!

No que respeita aos profissionais de enfermagem, o cansaço, a desestruturação na harmonização entre o trabalho a vida familiar e pessoal é tanta, que é no mínimo estranho que o SESARAM, EPE tenha dificuldade em constituir uma equipa com experiência nesta tipologia de cuidados por forma a colmatar as horas necessárias de cuidados, recorrendo para o efeito ao recrutamento de enfermeiros em outros serviços e unidades de saúde.

A carência de enfermeiros no SESARAM, EPE dificulta a constituição de novas equipas, pelo que o recurso utilizado vai originar maior sobrecarga aos enfermeiros já extremamente exaustos.

Esta é uma situação que vem demonstrar a evidente e URGENTE necessidade de abertura de um procedimento concursal para admissão de novos enfermeiros no SESARAM, EPE, é inadmissível continuar a adiar!

 

A Direção